RSS

Do VHS ao Blu-ray

27 dez

Desde que eu pude juntar um pouquinho de dinheiro, já na minha adolescência, eu comecei a alugar filmes. Eu era rato de locadora, todo fim de semana alugava de 3 a 4 filmes, até ganhava uns de graça pela assiduidade.

Essa fase ocorreu em meados de 1997, e eu ainda estava fascinada com a diferença entre ver um filme na TV e em VHS, era uma diferença tremenda, a imagem era muito boa, nem se comparava à TV!

Eu ainda tenho algumas fitas de vídeo em casa, como essa do Tarzan na foto, mas infelizmente fitas não foram feitas para serem armazenadas, com o tempo elas se inutilizam e não rodam mais. Nesse tempo, nos trailers dos filmes, já víamos murmúrios sobre a nova mídia que vinha por aí, o DVD.

O DVD prometia uma revolução de imagem e som, o conteúdo agora seria digital, não mais fitas analógicas e sim um disco pequeno parecido com o CD, e mais, manteria o formato original do cinema, o widescreen, que até hoje a maioria das pessoas não notam essa diferença.

O DVD cumpriu tudo que prometeu, e a popularização veio rápido. O preço dos tocadores de DVD também ficaram mais atrativos e as locadoras  substituíram suas fitas pelos discos. Para os colecionadores também foi uma ótima mudança, DVDs não estragam por ficarem guardados como as fitas. Foi nessa época que começamos aqui em casa a nossa pequena coleção de filmes.

O DVD também trouxe uma nova experiência ao assistir filmes, eles não continham apenas o filme, mas uma grande quantidade de material extra que incluíam entrevistas com atores, produtores, diretores, bastidores das gravações, erros de gravação, cenas excluídas, e até o filme comentado pelos realizadores, enfim tudo que qualquer cinéfilo adora.

Mas como tudo não são flores, o preço baixo dos DVDs, a facilidade de cópia, e o aumento da velocidade da internet, permitiu uma pirataria desenfreada dos discos, as locadoras começaram a alugar filmes piratas e foi aí que parei de frequentar as locadoras. Preferi aderir ao download a alugar filmes piratas.

Como a tecnologia não pára, o reinado do DVD estava com os dias contados. A nova geração de mídias de filmes é o Blu-ray.

O Blu-ray é um disco com o mesmo formato do DVD, mas com a principal diferença de ter uma grande capacidade de armazenamento, em torno de 25 Gb, contra os 4Gb dos DVD.

Natal de 2010, esse é o marco da minha mudança do DVD para o Blu-ray (BD). Muitos se perguntavam em como a imagem  poderia ficar melhor do que o DVD, mas o incrível é que fica, e a diferença é grande. Não chega a ter o impacto da mudança entre o VHS e o DVD, mas agora palavras como alta definição fazem muito sentido.

Os tocadores de Blu-ray já estão baixando de preço, os discos ainda estão com preço alto, em média 80 reais os lançamentos, mas já surgem preços mais em conta. Não sei se o BD irá substituir o DVD ou se eles conviverão juntos, algumas distribuidoras vendem o BD junto com o correspondente DVD. Só o tempo dirá.

A última palavra em imagem é o Blu-ray 3D, mas as TVs 3D ainda são muito caras, é produto para poucos e ainda tem o inconveniente de ter os óculos. Os avanços estão sendo feitos para tentar eliminá-los, mas ainda vai demorar uns anos.

Anúncios
 
6 Comentários

Publicado por em 27/12/2010 em Geral, O que estou assistindo

 

Tags: ,

6 Respostas para “Do VHS ao Blu-ray

  1. Eugênio Verçosa

    27/12/2010 at 16:46

    Eu lembro do tempo que assistia Rei Leão em VHS, além da coleção de filmes do Cavaleiros do Zodíaco!
    Quando começaram a falar em DVD eu achava que era algo que não ia ficar, afinal tinha como existir algo mais “prático” que um rolo de fita? (hauhauahauhau, sério eu pensava assim).
    Bateu um saudosismo até!

    *errata: blu-ray

     
  2. Igor Carmo

    27/12/2010 at 17:32

    Ainda hj tem algumas fitas VHS aqui em casa, mas o vídeo cassete já se foi a algum tempo.
    O mais massa dos trailers dos ultimos VHS era ouvir o “Die, Video, Die”! ahuhauhauhauhaua!

     
  3. Erick Luis

    28/12/2010 at 3:17

    Eita me bateu um saudosismo no tempo do vhs a pirataria não era tão expansiva como tá hoje, coleciono dvds aqui em casa e os vhs estou com nojo por conta dos fungos que tão surgindo com o tempo rsrsrsrrsrs

     
    • Simone

      28/12/2010 at 11:32

      É muito difícil manter fitas vhs, elas teriam que ser acondicionadas em locais bem vedados e com uma temperatura adequada, e como fazer isso em casa?? Eu tenho umas fitas como coisas gravadas da TV, mas acho que nenhuma delas prestam mais, poeira não combina com fitas de vídeo, hehehe.

       
  4. Ítalo

    28/12/2010 at 9:39

    Eu só comecei a assistir filmes antes de passar na tela quente quando tive contato com computadores, antes disso nada de cinema ou locadoras de vídeo, não tinha patrocínio para isso.

    Agora no entanto eu tiro o atraso, até com as series de TV que eu não podia assistir antes.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: